TV QLED X TV OLED

No mundo do áudio e vídeo tem como característica “guerras” de formatos ou de tecnologias. Os mais “antigos”, como eu, não esquecemos a “guerra do vídeo cassete” entre JVC (VCR) e Sony (Betamax). A guerra vencida pela JVC, apesar de tecnologicamente inferior, se tornou um case de marketing restando a Sony pagar “royalties” para a JVC para poder fabricar e vender seus VCRs.
Teve também a do DVD-Audio X Super Audio CD (SACD), são formatos de áudio para gravação de som em alta definição. Não foram criados para gravação de vídeo e não deve ser confundido com o DVD normal. SACD levou vantagem, mas o mercado é restrito aos audiófilos.
Blu-ray x HD DVD que concorreram pela sucessão do DVD, Plasma x LCD e por aí vai…
Hoje as duas maiores indústrias de TVs do mundo, as coreanas LG (Oled) e a Samsung (Qled), “brigam” por tecnologias adotadas nos seus modelos “Premium” apesar de continuarem usando as LCD – LED, que fazem uso da lâmpada fluorescente de cátodo frio (backlights) nos modelos mais simples.

OLED (LG, Sony, Philips e Panasonic)

LG é o que mais usa esta tecnologia que foi iniciada pela Kodak Company ainda nos anos 90. A principal característica é que usa diodos orgânicos que emitem luz própria sem a necessidade de luz de fundo (backlight). Este requisito torna o Oled na teoria mais fino e com maior contraste (nível de preto). Na feira mundial de CES 2017 a LG lançou modelos de TV 76” e 77” o que apelidou de OLED W (Sendo o W referente a wallpaper ou papel de parede) de apenas 2,67 mm de espessura. Uma outra característica da tecnologia é a facilidade de fazer telas curvas, podendo ser moldadas numa camiseta por exemplo…
http://www.lg.com/br/lgoled/galeria.jsp#Lifestyle_Gallery
Assista o vídeo do incrível “túnel curva” de OLED que a LG montou na feira CES 2017

Q LED (Samsung)

Q LED Alliance formado por Samsung, Hisense e TCL usam a tecnologia Quantum Dot Light Emitting Diodes (QLED). O QLED se baseia nos pontos quânticos, minúsculos cristais que podem absorver ou emitir frequências de luz para criar a imagem da tela. A promessa é reproduzir variações de cores em qualquer nível de luminosidade com cores mais precisas e mais próximas da realidade.

COMPARATIVO QLED X OLED

Espessura: Oled mais fino por não ter back light, mas Qled é fino também.
Brilho: Qled mais brilhante justamente por ter back light, portanto melhor em ambientes iluminados.
Cor: Oled mais real e fiel a realidade, Qled mais viva e brilhante.
Contraste: Oled tem melhor nível de preto, item importante quando requer muita qualidade como Home Theater, não vejo problemas se o ambiente tem controle de luz (cortinas, persianas…)
Consumo: Oled consome menos por não ter back light, mas nada significante ao “bolso”.
Durabilidade: Qled tende a durar mais por ser painel LED, mas na prática não usamos até o fim da vida útil da tela, acabamos usando em locais menos nobre da casa ou doamos.
Ângulo de visão: Qled melhor por ser LED, contudo Oled tem excelente ângulo.

E AGORA, QUAL É MELHOR?

Deve ser decidido nos detalhes acima … e nos valores.
Para quem gosta de cores “vivos e vibrantes” Qled é melhor (mas com maior fadiga visual).
Aqueles que preferem cores mais realistas e maior contraste, o Oled tende a ser melhor.
Melhor mesmo é fazer comparativo dos dois ligados um ao lado do outro com mesmo conteúdo, numa distancia e tamanho de TV iguais e compatíveis com a sua sala.
Se errar na escolha não se preocupe, os dois são muito parecidos.

E outras tecnologias de tela? P OLED, AMOLED, OLED TRANSPARENTE, LASER…
Vamos deixar para outro dia…

Autor: Luiz Kaoru Iida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *